Seu poder de criar é único – Por Mika Serur

by Adobe

Posted on 12-01-2020

Muita gente, principalmente na área artística e criativa, não se sente segura com suas criações. Quase sempre pensamos que não somos bons o suficiente, não temos um estilo ou identidade original o suficiente e a lista de preocupações vai longe. Geralmente essa auto sabotagem nos prende nos primeiros anos de carreira ou estudo, mas como tudo na vida, podemos ter recaídas a qualquer momento.

Me chamo Mikaela Serur (mas todo mundo me chama de Mika!), sou artista, designer, empresária e criadora de conteúdo aqui no mundo da internet e você pode conferir meu canal no YouTube aqui e meu Instagram aqui. Desde muito pequena, por volta dos meus 9 anos, amava criar. Absolutamente de tudo. Inventava peças teatrais, criava carrinhos com sucata, pintava e desenhava muito em tela e papel, fazia minhas montagens no Photoshop e também pensava em roteiros para gravar vídeos e editar no Premiere. Nas minhas criações digitais, a Adobe sempre tava lá me deixando fascinada com suas ferramentas e possibilidades. Se para os adultos já é incrível o suficiente o poder de criação que os programas têm, para mim, como criança na época, era como magia acontecendo na minha frente (e feita pelas minhas mãos).

Claro que quando somos pequenos não estamos preocupados com o resultado das coisas e o que os outros vão pensar de nós. Estamos lá imersos em nossas experiências e desfrutando dos processos. Infelizmente isso é algo que com o passar dos anos vamos perdendo. Passamos a nos preocupar mais com o julgamento alheio, em sermos “bons o suficiente” (e, aliás, qual seria a definição de bom e também de suficiente?) e também buscamos muito termos uma identidade própria, como se só assim conseguíssemos chegar em algum lugar.

Quando comecei a criar conteúdo na internet para o YouTube com meus vídeos, estava decidida que ia falar sobre arte, design e criatividade, já que eram as áreas que eu mais tinha afinidade para compartilhar meus conhecimentos. Nos primeiros meses a luta contra meus próprios pensamentos foi grande, preocupada com o que as pessoas iam achar de mim, se o que eu estava compartilhando era relevante e principalmente se eu era capaz de criar de forma única – o que muitos chamam de estilo ou identidade.

Só depois de muito tempo passei a entender que todos nós temos o poder de criar coisas únicas, simplesmente pelo fato de que cada ser humano é único por si só, pela bagagem que carrega, pelos valores que possui e pelas experiências que viveu. Nossa cabeça pode tentar nos sabotar em diversos momentos da vida e todos possuem suas inseguranças, medos e falhas, mas se libertar da ideia de “ser bom o suficiente” é o primeiro passo para ir além, afinal de contas, se não praticamos, experimentamos e arriscamos, também não evoluímos e ficamos simplesmente parados no mesmo lugar lamentando pelo que não conseguimos alcançar.

Pela minha própria experiência, só me libertei de vários medos e inseguranças depois de repetir eles várias e várias vezes. Isso é sair da zona de conforto e expor seu medo até ele se tornar algo pequeno. Tinha medo de compartilhar minhas artes na internet. Tinha medo de colocar meus vídeos no YouTube. Fui lá, fiz e repeti até parar de sentir isso. Pode levar um tempo, mas a sensação de liberdade em superar essas inseguranças é indescritível!

Fica meu apoio e conselho pra vocês aí e eu espero que essas palavras tenham te encorajado a seguir em frente e acreditar no seu potencial de criação 🙂

Um beijo e nos vemos pela internet!

Topics: Transformação Digital, Brasil

Products: